Dicas

 

 

Nunca contei aqui em minha página que, quando decidi publicar meu primeiro livro de literatura infanto-juvenil, isso em 2016, eu o escrevi contando com minha vivência de leitora de gêneros literários diversos e de produtora de textos eminentemente acadêmicos. Em minha concepção, isso era mais do que suficiente para escrever um livro.

De fato, para primeira experiência, acho que meu livro ficou bom. No entanto, se eu tivesse procurado um curso de formação de escritores, todo o processo, desde a escrita das histórias (eram contos ) até a produção do livro, teria sido mais tranquilo. Só que, naquela época, estava tão preocupada em publicá-lo que nem me preocupei em procurar qualquer curso desse tipo. Um ano depois, graças a uma divulgação pela internet, descobri o Metamorfose Cursos, em Porto Alegre, cidade onde resido, e decidi me matricular.

Conforme o próprio site do curso, o objetivo do Metamorfose é “promover o desenvolvimento pessoal e profissional através de palestras, oficinas, cursos e grupos nas áreas de escrita, criação, cultura e comunicação.”

E esse objetivo realmente se concretiza durante as aulas. Estou frequentando o Curso Livre de Formação de Escritores desde agosto do ano passado e, a cada módulo, percebo o quanto tenho de aprender em termos de técnicas de escrita, mesmo sendo professora de Língua Portuguesa e atuando na área há trinta anos. Durante as aulas, além de estudos teóricos, realizamos exercícios práticos que são socializados e discutidos com a turma e com os professores. Isso nos permite voltar para nossos textos e aprimorá-los.

E sabe quem são nossos professores? Escritores consagrados. Já pensou que incrível receber dicas de escrita e ter seu texto avaliado por Letícia Wierzchowski, autora da Casa das Sete Mulheres, ou Caio Riter? Sem falar em um dos diretores do Metamorfose, Marcelo Spalding, também escritor e professor do curso, um profissional muito sério e sempre disposto a dar orientações acerca de todas as etapas de produção de um livro. Aliás, quem participa desse curso publica um texto seu numa coletânea paga pela Editora Metamorfose. E, ao final do curso, poderá também ter um livro seu, individual, publicado. Não é demais?

Afora o Curso de Formação de Escritores, o Metamorfose oferece outros, tão interessantes quanto, presenciais e a distância.

Para saber mais, acessem

metamorfosecursos.com.br ou contato@metamorfosecursos.com.br

Fica a dica!

Imagem retirada da galeria de fotos do site do Metamorfose

 

Eu e a escritora Letícia Wierzchowski antes da aula

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VOCÊ SABIA QUE A ZONA SUL DE PORTO ALEGRE TEM UMA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA FANTÁSTICA?

Pois é, trata-se da Biblioteca Comunitária do Bairro Cristal. Uma graça! Tudo superorganizado, e o acervo, de primeira.
Mais adiante, contarei ,em detalhes ,a história dessa biblioteca, que se confunde com a do Clube de Mães do mesmo bairro.
Muita gente, inclusive eu, que moro num bairro próximo, desconhecia essa preciosidade.
Quem coordena o espaço, de forma extrenamente organizada, é a Júnia Vieira. Segundo ela, o que mais falta são voluntários para auxiliarem no trabalho da biblioteca.
Quem sabe você, amante dos livros, não se candidata?

A biblioteca funciona de segunda a sexta, das 14h às 18h30min/ sábados, das 10h às 13h.

Para saber mais, acesse o link abaixo.

http://www.facebook.com/BiblioCristal

 

Enquanto você não aparece por lá, dá só uma conferida em algumas fotos que tirei do lugar. Um encanto!

 

Entrada de acesso à biblioteca

Quem não adoraria ler num cantinho fofo assim?

 

A decoração é um convite à imaginação

 

       

Em cada estante uma surpresa delicada

 

 

A coordenadora do espaço, Júnia Veira, eu e, no meu ombro, um dos muitos ratinhos de pano sachês, que protegem os livros das traças. E não é que ratos de biblioteca existem?